Posts Tagged 'vento'

ACIDENTE COM A POESIA

Morreu a rima, desmaiou a palavra,
Quebrou-se toda a linha.
Amputou o verbo, a inspiração está mal,
A emoção definha.
Perigando na vida, todos na UTI do coração,
Que também sem recurso,
Tenta salvar algum a qualquer custo.
Que algum verso de fibra resistente,
Sustente uma linha de bom pensamento,
Ressuscite uma rima de amor, com um susto,
Ou desperte a palavra adormecida
Regenerando o verbo,
E, cure a inspiração do surto.
E eis, que, não mais que de repente,
O poeta que ali junto definhava
De solidão, de amargura e dor,
Abraça a emoção, suspira profundo,
Sai nu ao vento, numa elegia à vida,
Só com a diáfana transparência colorida
Da palavra bem dita, no momento de dor,
Ressuscita a rima e cura todo mundo,
Com as mágicas gotas da alegria e da paz,
Dos seus versos de amor.

Não, essa dor não é minha, mas dou meu apoio de toda forma… já passei por isso. Foi minha tia Eunice que escreveu, dia desses quando não estava muito legal. Espero breve texto mais floridos, fica meu pedido!

Anúncios

DIAS SEM SOL

cai a chuva e a temperatura
esconde-se o sol
fica o alento
de que voa o tempo
e (quase) tudo passa
mas que volta e meia, volta o vento
que um dia já foi tempestade
mas que hoje é brisa fresca
que acalma e alivia
do ardor que queimava aqui dentro
do calor que lá fora fazia

* sim, não apenas choveu como disse aqui dias atrás, mas a temperatura caiu e pra que isso serviu? Pra refrescar o calor, a alma e as ideias!!

Semana de bênçãos e de brisa fresca que vem dos céus!

DOCE NOVEMBRO

ah, novembro…
doce, sem veneno

ela se calou diante das palavras que esperou ouvir por tanto tempo
surpresa, descrente… teve certeza, foi valente

não pode escrever o que ouviu
porque sem o som aquelas palavras perderam o valor
então ela guardou na memória o gosto e o calor

de um novembro que se foi com o vento
mas deixou seu sabor
para os meses que ainda virão

2010 – EXPECTATIVA

Pessoas queridas, ok, eu sou uma rídicula de não postar por tanto tempo! Fico arrasada, acreditem, e tenho taaaaaaanta coisa pra postar, muita mesmo!!! Mas estou de férias, meu pc de casa está ruim… 😦

Enfim… só pra recomeçar as atividades, vou postar um comentário da minha tia querida que volta e meia aparece por esse humilde blog… ela sempre faz com que seus comentários virem posts, porque ela bem sabe das coisas e escreve muito, muito bem!


Querida,
Sei que descobriu Flora e gostou muito. É dela a mensagem que escolhi para você, não por acaso. Tem tudo a ver

“EXPECTATIVA
O vento anda ficando mentiroso.
Prometeu trazer você – não trouxe.
Ficou de dizer o porquê, não disse.
Esperou que eu me distraísse,
passou depressa, rumo ao horizonte.
Já não tem importância
que cometa outra vez,
um ato de inconstância.
Aprendi a esperar.
Se ventos são capazes de levar embora,
a qualquer hora,
também, são capazes de fazer voltar.”
(Flora Figueiredo)

Até porque Jú, o vento pode mentir, mas o Deus em quem confiamos é fiel: dirige os ventos, acalma as águas, derruba muralhas e n’ELE somos mais que vencedores. Beijo todos os meus queridos. Titia coruja!

Aaaah, gente, ela não é demais? Eu não disse que ela sabe das coisas?
Beijo grande, tia! (adorei meu presente de Natal!)


ESPERANÇA


Eu queria que a tempestade não se levantasse mais com suas ondas que me encobriram, me fizeram engolir e engasgar um sufoco de amargar.

Não queria que as ondas seguissem ao sabor dos ventos presunçosos, tão instáveis.

Eu queria que essa calmaria fosse mesmo o prenúncio da bonança que dizem vir depois da tempestade.

Não, não me sinto mais no olho do furacão, mas também acho distante a quimera das tardes de primavera.

Mas eu tenho fé e esperança. E isso me dá vontade de continuar remando.

**

A little prayer: Jesus, acalme sempre minhas tempestades. Doce Espírito, conduza meu barco pelas águas tranqüilas que levam ao Pai. Amém!


SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias