Posts Tagged 'mar'

O FIM DA TEMPORADA

hoje me despeço oficialmente do verão e de tudo que essa implicação carrega

que então chegue o outono e com ele, também Helena
que venha o mar de ressaca e na ponta da língua o gostinho da água salgada
que explodiu em ondas e invadiu a rua numa brisa tranquila, numa nuvem serena
acho que preparando dias mais frescos pra receber a pequena

Anúncios

MEU ESCRITÓRIO É NA PRAIA

Filha, vou logo que contar uma coisa pra você ir se acostumando.

Não tem jeito… eu sou do dia mes-mo! E não há nada que eu ou ninguém possa fazer contra isso. Eu gosto de sol, praia, areia, mar, água salgada, caminhar no calçadão de mãos dadas – ao nascer ou por do sol, tanto faz – horário de verão, picolé ajellso e mate gelado com limão!

E o engraçado é que acho que você vai ser assim também – solar – como diria Tia Kamilla!

Em alguns sábados, por exemplo, o papai vai trabalhar cedinho, ao invés da mamãe descansar a pança, ela pula da cama, põe seu uniforme oficial de fim de semana e declara solenemente com um tom sério e imponente:

– Amor, já vai trabalhar? Vou pegar carona com você, tô indo pro escritório, ralar!

É, filha, os dias de verão são uma dureza. Espero poder te explicar melhor no próximo ano. Tenho certeza que você vai gostar!

Beijos. Mamis!

AZULZINHO

http://mr-april.deviantart.com/art/curly-hair-white-dress-90902991

Hoje Deus fez um dia com tudo (ou quase) que amo: sol, calor, céu azul e é sexta-feira! Então por isso vai uma música que tem todas essas palavras e ainda fala de amor.


Azul

Eu não sei se vem de Deus
Do céu ficar azul*
Ou virá dos olhos teus
Essa cor que azuleja o dia…

Se acaso anoitecer e o céu perder o azul
Entre o mar e o entardecer
Alga marinha, vá na maresia
Buscar ali um cheiro de azul
Essa cor não sai de mim
Bate e finca pé a sangue de rei…

Até o sol nascer amarelinho
Queimando mansinho
Cedinho, cedinho (cedinho)
Corre e vai dizer pro meu benzinho
Um dizer assim: o amor é azulzinho...


* Seu Djavan, vem de Deus sim, tá? Só ficar claro!

Música aqui. Donwload aqui.

🙂

NO FERIADO: TUDO JUNTO, MISTURADO

no dia 12 de outubro
(tudo bem, tá atrasado!)
tudo junto misturado
só mesmo um pouquinho de cada
pra fazer perfeito um feriado


feriado começou com caminhada no calçadão. seguiu adiante com água de coco. e continuou com aquelas coisas que fazem os mortais mais felizes (de vez em quando). guarapari. setiba. sol. praia. biquíni. amigos. igreja. carro novo. churrasco de picanha. papo furado. fotos*. banho de mar. talento intense. papo cabeça. água gelada. protetor solar. gargalhadas honestas. silêncio necessário.


e a hora passa
e o sol já se põe
(ei, eu já vou pra casa!)
então vem o sono e a inconsciência
e nessa hora nada mais importa


setiba

* fiquei tão pequenininha perto da Erika e do Erick,
mas achei que esse post tinha que ter uma imagem!

QUANDO O VERÃO CHEGAR

E porque eu gosto taaanto de verão, resolvi colocar esse fragmento de texto do Caio Fernando Abreu, que (não me atirem pedras seus fãs mais ardorosos!) apesar de escrever densamente sobre o amor, acho-o meio baixo astral e infeliz! Não é uma boa influência pra o meu momento.

Gente, só pra ficar claro: isso não é uma crítica literária, ok, é só minha opinião!

Tenham um lindo e abeçoado dia de sol!


** vai passar, tu sabes que vai passar.
talvez não amanhã, mas dentro de uma semana,
um mês ou dois, quem sabe?
o verão está aí, haverá sol quase todos os dias,
e sempre resta essa coisa chamada ‘impulso vital’.
pois esse impulso as vezes cruel,
porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo,
te empurrará quem sabe para o sol, para o mar,
para uma nova estrada qualquer e, de repente,
no meio de uma frase ou de um movimento
te surpreenderás pensando algo assim como
‘estou contente outra vez’**

🙂

DIA DIFÍCIL

8 de setembro – Aniversário de Vitória – feriado

O dia anterior estava nublado
mas ao acordar
as 7h10
corri
ainda sonolenta
pra janela e
juro
procurei de norte a sul
de leste a oeste e
NÃO encontrei uma nuvem sequer.
Pensei comigo mesma: humm, hoje vai ser um dia difícil!!!

Já comecei a me movimentar porque
Juro
vi meu nome escrito no céu
me chamando pra ir pra praia

Depois de uns torpedinhos e outros telefonemas, fui ver o dia leeeendo de perto e mais uma vez pude agradecer a Deus e pensar “Ele me estraga com mimos”.

Enfim… tomar água de coco, chupar picolé, tomar banho de sol e mar, caminhar no calçadão, cochilar na areia, mais picolé, tomar coca-cola, passar filtro solar…. O DIA TODO?!?!?!  Quem disse que não cansa, gente?!?! O final do feriadão foi assim: difíiiiiiiicil!!!!

IMG_0276 IMG_0264 IMG_0280

hahaahahaa.

Mas eu sou brasileira e não desisto nunca! Quem venham os feriados de outubro!!!! 🙂

WALKABOUT

Ontem foi assim…

Ao abrir os olhos eu desejei com toda a força que meu organismo produzisse alopradamente serotonina! Precisava de bom humor e bem-estar.

Acordei cedo, muito cedo.
Probleminha no carro – domingo a noite cheguei da igreja e apenas na terça a noite (note bem, 48 horas depois! haha) é que percebi que havia deixado o som ligado (ok, quem me conhece bem sabe que boa memória e atenção não são meu forte, pode rir!).

Enfim, o carro não pegou… tive que ir de ônibus pro trabalho. Peguei, pra dar uma animada, a bolsa rosa com laço fooooooofo que ganhei da Robs! Ops, esqueci do trânsito – todo dia é um trâaansito…. Já pensando nisso coloquei uma sapatilha bem confortável e resolvi ir a pé até a Rodoviária de Vitória e lá pegar um ônibus vazio e sem trânsito. Maravilha!

Mas resolvi fazer mais que isso… resolvi aproveitar os cerca de 15 minutos de caminhada para reparar em coisas simples que poderiam me fazer extremamente feliz, que eu pudesse agradecer a Deus de todo o coração e ainda começar o dia animadinha. Fui caminhando eu e eu mesma!

Vi primeiro o céu azul, lindo, sem uma branca nuvem sequer – isso, por si só, já me eleva o nível de serotonina… mas tem mais. Sobre a ponte pude ver o dia claro batendo na água da baía de Vitória e deixando tudo num tom dourado, lindo de viver… senti o vento fresco das 8 da manhã desse dia ameno de inverno… A-DO-REI!!! Fui pensando na vida e agradecendo a Deus.

No ônibus, fiquei sentadinha na janela pra continuar aproveitando a brisa e continuei minha viagem solitária, alternando suspiros e cochiladas (gente, acordei cedo ne?).

E o dia não terminou, era só o começo!

Na hora do almoço voltei em casa pra buscar meu carro que já estava ok! Fui pegar o bus na orla de Camburi… aí que a vista (que eu vejo TODO dia) derreteu meu coração: um céu (ainda) completamente azul, areias e palmeiras como toda praia deve ter e um mar… ai um mar… bicolor!!! Juro, um azul escuro listrado de verde esmeralda, coisa linda de Deus!

Eu, mais uma vez agradeci a Deus e, não resisti, tirei uma foto do meu celular que não faz jus ao que meus olhos viram! Sorry 🙂

20-08-09_123201

.
.
.

.
.
.

.
.
.


SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias