Arquivo para junho \15\UTC 2010

E PORQUE HOJE…

…também o Brasil estréia na Copa e futebol tem a ver com publicidade e eu gostei muito, muito (demais!) do filme da NIKE pro mundial, aí vai ele aí embaixo. Belíssimo filme pra quem ama boa publicidade, like me:

Escreva o futuro!!!

 

Anúncios

PORQUE HOJE…

Eu vou dançar para Deus e isso me deixa muuuuuito, mas muito feliz!!!!

Encha seus pulmões de ar e deixe Deus encher o restante da sua vida com a doce e maravilhosa Presença. Inspire-se e dance pra Ele também, com toda a sua alma, força e entendimento!

Beijos pra Nath, Gabi, Dany, Mari, Lari e Lainy que “bailam” ao som que vem do céu, junto comigo!

* fotinhas daqui, ó!

COISAS SOBRE A VIDA (ou morte)

… A maior arma do ser humano pra aniquilar seus semelhantes não deveria ser a fome. Crianças não deveriam chorar com a dor de sentir o estômago vazio. Pais não deveriam saber o que é a dor de perder um filho por causa da guerra. Famílias não deveriam ser separadas para sempre por causa de conflitos no lugar que um dia eles chamaram de lar. Ninguém deveria ter que ver sua casa e tudo o que lhe pertencia em ruínas. Funerais não deveriam ser carregados de tristeza porque um ente querido foi levado cedo demais. Filhos não deveriam ficar orfãos na infância. Nenhuma guerra “em nome de Deus” jamais deveria ser declarada. Governos não deveriam atentar contra a vida dos cidadãos de países distantes. Armas não deveriam ser usadas contra seres humanos.

As pessoas deveriam ser mais sensíveis ao sofrimento alheio. Deveríamos ajudar no que podemos, mesmo que seja apenas atendendo o telefonema da amiga que precisa conversar, já que não estamos presentes em áreas de guerra. Deveríamos usar a nossa fé em Deus para curar e ouvir as pessoas, assim como Ele faria, ao invés de cometer atrocidades em Seu nome. Deveríamos passar o nosso tempo mais preocupados com os problemas dos outros do que com os nossos. Crianças deveriam ser livres para brincar, ao invés de ter sua infância roubada pela fome e guerra. Famílias deveriam ser a base, onde cada ser humano aprenderia o que realmente significa amar. Ninguém deveria permitir que o ódio anuviasse sua razão a ponto de ferir outra pessoa. A vida deveria ter mais motivos de alegria do que de tristeza. O mundo deveria ser um lugar bonito e não cheio de sofrimento. A morte deveria ser tranqüila, só vindo após uma vida longa e bem vivida, enquanto se está dormindo…

* Esse texto suuuuper sensível é da Brenda, uma adolescente que escreve num blog despretencioso mas super gracinha, recheado de leituras deliciosas. Conheci ano passado pela net e nunca mais parei de visitar. Inclusive o post de onde tirei o trecho acima foi o primeiro que comentei por lá. Vale a visita. Beijo, Bre!

🙂

JULIANA ESCREVE entre outras coisas

juliana escreve amenidades (também grandes e pequenas verdades) no caderno, na agenda, no bloquinho, no post it.
tem sua mesa cheia de papéis e bilhetinhos, é esquecida, avoada, divertida, esbaforida, atrapalhada.
escreve com a mão esquerda, fala (rápido) pelos cotovelos, esconde sua idade, põe flor no cabelo.
juliana é redatora, metida a sabichona, ama, chora, cresce, esquece!
juliana é verbo trasitivo direto, difícil de conjugar, mas é querida e (veja só!) tem umas amigas que se chamam de “amadas”.
juliana é paixão pura, é sorriso leve, é tiro certo no coração…
juliana é metida a bailarina, dança pra Jesus. juliana crê em Deus, ora pelos seus, deseja sempre “paz aos homens de boa vontade”.
juliana é muita coisa, mas lhe faltam tantas outras, que ninguém neste mundo é completo o bastante que não possa ser mais um pouco.
juliana sabe disso… e continua aprendendo!

🙂

GOSTO QUE ME ENROSCO…


Estou perdidamente emaranhada
em seus fios de delícias e doçuras.
Já não encontro o começo da meada,
não sei nem mesmo
se há uma ponta de saída,
ou se a loucura
vai num ritmo crescente
até subjugar a minha vida.
Não importa.
Quero seus nós de seda
cada vez mais cegos e apertados
a me costurar nas malhas e nos pêlos.
Enquanto você me amarra,
permanece atado
na própria trama redonda do novelo
Flora Figueiredo

Pra semana chegar feliz, Flora Figueiredo para os olhos e corações.

RAIMBOW



nem estava de todo acordada
foi à janela pra ver quem a saudaria: sol ou chuva
(na verdade era pra saber com que roupa sairia)
um arco-íris (quanto tempo não o via!) sorriu pra ela
lembrou-se de Deus e de suas misercórdias “que se renovam a cada manhã”
teve esperança
e, como ainda tinha uns minutinhos,
voltou pra cama

SILÊNCIO


shh, fecha a porta
fala baixinho
cala o canto
deita fora o burburinho
chega aqui pertinho
deixa eu ouvir o silêncio da cidade
cala-te! você e meus pensamentos
que hoje estão barulhentos, inquietos
me privando o gosto de ouvir o nada
que nesse momento desejo tanto
e por quase um segundo alcanço.


SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias