Posts Tagged 'coração'

JUÍZ LADRÃO

Admita ao menos duas coisas sobre seu coração:

– é uma bússola que frequentemente aponta para o lado errado.
– é normalmente uma fonte de certezas duvidosas.

Sendo assim, quando estiver diante de uma grande decisão, tome cuidado com a arbitragem, se o juiz for o coração.


Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem poderá compreendê-lo?
Jeremias 17:9

NADA DE INTERESSANTE


É verdade que as pessoas felizes não têm nada de muito interessante nem bonito pra escrever? Não sei…

Fico pensando em Álvares de Azevedo e, mais recentemente, Caio Fernando Abreu. Pareciam sempre estar sofrendo e produziam e escreviam tanto…

Viagens à parte, veja o caso dessa moça: ela não consegue escrever nada de tirar o fôlego de ninguém durante semanas…(blog abandonado e tudo mais!). Claro, isso não quer dizer que por não ter escrito, não tenha vivido coisas de palpitar o coração.

É que falta de ar de amor, coração acelerado, um sorriso de felicidade, a quentura de um abraço não cabe em palavras nem se captura num papel… isso fica por aí, registrado dentro da gente


E por enquanto é só!

ACIDENTE COM A POESIA

Morreu a rima, desmaiou a palavra,
Quebrou-se toda a linha.
Amputou o verbo, a inspiração está mal,
A emoção definha.
Perigando na vida, todos na UTI do coração,
Que também sem recurso,
Tenta salvar algum a qualquer custo.
Que algum verso de fibra resistente,
Sustente uma linha de bom pensamento,
Ressuscite uma rima de amor, com um susto,
Ou desperte a palavra adormecida
Regenerando o verbo,
E, cure a inspiração do surto.
E eis, que, não mais que de repente,
O poeta que ali junto definhava
De solidão, de amargura e dor,
Abraça a emoção, suspira profundo,
Sai nu ao vento, numa elegia à vida,
Só com a diáfana transparência colorida
Da palavra bem dita, no momento de dor,
Ressuscita a rima e cura todo mundo,
Com as mágicas gotas da alegria e da paz,
Dos seus versos de amor.

Não, essa dor não é minha, mas dou meu apoio de toda forma… já passei por isso. Foi minha tia Eunice que escreveu, dia desses quando não estava muito legal. Espero breve texto mais floridos, fica meu pedido!

FOTO E TEXTO

Jú,

A foto e texto me reportaram a um belísimo acontecimento bíblico (João 13), guardadas as devidas proporções. Na ceia de Jesus com os seus discípulos, antes da páscoa que antecedeu a sua morte, há todo o relato do ritual de lava pés, da previsão da traição de Pedro, da declaração da traição de Judas, mas o verso 23 afirma que alguém, “a quem Jesus amava, reclinava a cabeça no seu peito”; ali quando tudo já havia sido dito, era como se reinasse silêncio absoluto, para que João pudesse ouvir o som do coração do Amado. Imagino que enquanto ali, todos sofriam, Jesus (homem) sofria muito mais, porque sabia pela sua presciência (divina) de tudo o que iria lhe acontecer, mas só João teve o privilégio de ouvir o descompasso do seu coração. Quem tem esse gesto se não aprendeu, aprende o caminho do coração de quem ama.
Achei a foto emblemática por isso: nela um outro João, mas não um joão qualquer, mas o João a quem Juliana ama, reclina a cabeça no seu peito e, com certeza ao ouvir-lhe assim o coração, cuidará dele e dela muito mais e a amará para sempre.
Titia Nice que os ama e fica feliz por vocês.


*
Achei a analogia extraordinária, tia! Não pelos personagens, Juliana e João, mas por mais uma vez perceber que na bíblia encontramos registrado tudo que se passa “debaixo do sol”, guardadas as devidas proporções. Thank you!

A propósito do título do post, o texto é muito bom, não precisa de foto!!!

NADA MAIS


algumas imagens calam a voz
e ordenam (sem fazer força) silêncio absoluto
para que se ouça apenas a som do coração…

as imagens têm toda razão:
quem precisa de palavras
quanto tudo que devia ser dito, já foi
apenas com o olhar?


CORAÇÃO



labirinto de palavras e sentimentos
fácil se perder em suas vielas e caminhos
e uma vez lá dentro, sem norte
é preciso muita sorte
ou apenas um aguçado discernimento
mas essa saída é para poucos…

é necessário força ao peregrino dessas estradas
porque são tão traiçoeiras quanto encantadas
podem fazer mal ou bem
(depende)
já dizia o poeta: “coração é terra de ninguém”
mas há os destemidos
(ou desavisados) que se aventuram por suas curvas
por via das dúvidas, nesse ir e vir, melhor tomar cuidado
que a estrada não é das mais seguras
fica o recado


SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias