Posts Tagged 'Família'

I BELIEVE IT


• em Deus incondicionalmente
• na bíblia como palavra da verdade
• no amor que dura para sempre
• no casamento e na família
• que precisamos pensar muito antes de por um filho no mundo
• que não será uma boa se Dilma ganhar a presidência
• que Jesus voltará muito, muito em breve.

* e sim, estou numa vibe 2012. Esse mundo está pirado e eu estou cansada disto!

Anúncios

PRIMAS

da série: posts atrasados por causa das minhas férias!

Para compensar os registros atrasados das festas de fim de ano… aí vai uma foto das primas postiças, das quais já falei por aqui.

Letícia, Thassiana, Thaise, Milena e Lívia

Achei essa foto tão leeenda?

Faltaram Érika, Nathália e Mariana. Pra compensar tem uma fotinha aí embaixo…

Érika e Erick

Érika e Erick

Amo vocês meus amores! Erick, vc é féxion!

🙂

DEZEMBRO

Acordara esta semana no meio da noite. janela aberta, cortina entre-aberta, vento fresco das últimas madrugadas. chamou-lhe a atenção as luzes coloridas lá fora. sonolenta ela não entendeu de pronto que era o mês do natal que brilhava… dezembro esse ano chegou mansinho pra ela, o mês que tanto adorava. foi trazida aos poucos do seu estado de letargia e voltou a sentir aquela alegria… típica das festas de fim de ano, dos amigos secretos, dos choros emotivos, dos presentes recebidos, dos abraços dos amigos, da família reunida, das comidas delicinha, dos e-mails, telefonemas, torpedos e cartinhas, da esperança de um amor sincero, da certeza das promessas de Deus se cumprindo… das luzes de natal, suas cores e seus piscas que lembram que ela não viu o ano passar (mas passou…), mas o próximo está aí, doido pra ser visto e aproveitado e vivido.

sendo assim, voltou a dormir.


Sim, sim… voltei a escrever!
🙂

LAÇOS DE FAMÍLIA

nem sei por onde começar… vamos lá…

Tenho uma super família carinhosamente chamada de postiça… pra quem não sabe a história é mais ou menos essa:

a juju (oi? eu!) conheceu a mari na facul,
que é prima da erika e apresentou as duas
elas freqüentavam a igreja entao se deram logo bem
daí vieram thaise e nathalia (as irmãs da erika)
das noites dormidas na casa de mari vieram
lívia (a irmã da mari), regina (a mãe), vó mercedes (vovó fofa!),
luíza (priminha) e a tia lúcia*
das festinhas (já em família, ne?) vieram milena e thassiana
(e todos os outros tios e primos e namorados de primas, etc.)
a essa altura já estava adotada total e faço parte da lista das primas, amigos x, aniversários e similares!

e adoooooooooooooro!

Entenderam a familiaridade e a árvore genealógica?!!?!
Isso tudo pra dizer que eu acabei ganhar um priminho/sobrinho.

É nesse meio tempo a érika casou e agora o erick (criativamente e com todo mérito chamado de pequeno príncipe!) é o mais novo membro dessa super família delícia!

Sem mais demora, segue a ficha técnica do pequeno príncipe (não o de Saint Exupèri, o nosso!) e um “albinho” feito carinhosamente com a colaboração de prima milena (thanks, mila!). Tenho certeza que esse post vai dar muitos comentários cut, cut, hã!

* quando eu ia dormir lá na época da faculdade, falávamos que era a “Casa das 7 Mulheres” haha!


Ei, sou o Erick, nasci do dia 18 de novembro (no mesmo dia de um grande amigo da tia jú, o bima), tenho 53 cm e pso isso aí! Veja como sou phyno e importante!


Erick, em três tempos…


Eu no colo de tia thaise, prima livrinnha e vovó wellington. Na outra tem prima mila, tia nathalia. A última merce o destaque da tia thaise querendo aparecer de qualquer jeito!!! ai ai, já sei que vou ter trabalho com ela!


ok, família, não se derretam… eu sei que nessa foto eu estou DEMAIS!

mamãe linda comigo no colo!

hello guys, they are my parents and i’m very happy!


ops, eu vi meu pai babando?!!? Oo vovó Leia, how are you?


hei vovô, não me babe, ok! senão eu choro! Essa é a bisa mercedes que eu amo!


a vovó chica veio me ver bem lindona. Destaque para o casal acima: thassi gatona e primo fabinho com beca de super “adevodado”.

Tia Jú ainda não veio tirar foto comigo porque ela acha que visita no hospital é “uÓ”! Palavras dela… mamãe, o que é uÓ?!!?!?


Então, agradeço a super participação do Erick no meu blog familiar… Adorey pequeno!!! Volte sempre, see you soon.
Obrigada Deus! Ele é lindo e veio abençoar a todos!

🙂

24 DE JUNHO DE 2009


Meu aniversário esse ano foi díficil, nada legal como a maioria deve saber! Eu teria muitos comentários sobre o texto abaixo, mas vou deixar que vocês mesmos tirem suas conclusões.
São coisas assim que nos ajudam a sobreviver.
Quanto a mim, prometo guardar esse texto pra meus filhos e netos lerem. Ele fale sobre amizade e família, é isso tem que ser passado pra frente!!


Juzinha,
Como estou inspirada hoje resolvi escrever um bilhetão para você.
Além disso vou gastar todos os meus ditados populares para falar como é bom ter sua companhia sempre.

Amigos a gente escolhe, então temos a possibilidade de ter perto “dagente” apenas quem realmente gostamos.
Acho que nos escolhemos na verdade. Pra ser bem sincera, não consigo lembrar quando e nem como começamos a nossa amizade. Parece que tem muito tempo…Somos tão diferentes, moramos tão longe, mas estamos sempre perto e disponíveis sempre que uma precisa da outra. A escolha por essa amizade foi tão acertada e tão feliz que não consigo entender como 3 pessoas (eu, vc e a flá) tão diferentes e doidas podem se dar tão bem!

Nada é por acaso.
Nunca pensei em ter amizades tão verdadeiras, alegres e felizes como as que encontrei aqui. Acho que nós existimos para alegrar as vidas uma das outras.

O indivíduo é fruto do meio.
VERDADE! Jú, você é parte especial de uma família especialíssima. Como são felizes as tardes na sua casa: os lanches e papos de D. Jane, o carinho e atenção de Bira, a figura alegre e doida que é Janine, a gostosura da Grazi e a gracinha da Gabi.
Tem horas que família enche o saco mas é de verdade nosso porto seguro. São neles que podemos confiar e contar na alegria e na tristeza! Que Deus abençoe cada um desse clã.

Jú, espero que esse aniversário seja o início de um círculo virtuoso, de um período próspero e feliz porque você merece muito!
Deus estará com uma lanterna bem na sua frente jogando luz nesse novo e desconhecido caminho.

Quero que saiba que pode contar comigo para tudo, inclusive ir na Caixa (Econômica) no dia 5 (só pegar senha, pra ficar na fila não é amizade, é penitência) e pra tomar café nas tardes de sábado com guloseimas bem ligth!

Me ligue o quanto quiser e precisar (afinal é de grátis), pra papear, fofocar e contar as armações de Marcelinho.

Amiga querida, muito obrigada pela amizade, carinho e ombro amigo.
Que nesse aniversário você aproveite muito, de preferência com as amigas!!
Seja muito feliz, que Deus esteja com você cada segundo e aqueça seu coração.


Beijo
Beijo
Beijo
Ju Malacco
24/06

RECEITA DE DONA CACILDA

Pessoas,
recebi o texto abaixo da querida Milena. Resolvi publicar… achei a discussão interessante pra uma sexta-feira… temos todo o fim de semana e o resto da vida pra colocar em prática o que nos ensina a simpática D. Cacilda. (Desculpe pelo post grande, não gosto de escrever muito pois acho que fica longo, mas acho que esse vale a pena… se não gostarem, me falem! :))

obs: nao sei a autoria do texto, se alguém souber, me avise, please!


Dona Cacilda é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão. E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução.

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, dei uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.
Ela me interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho:
– Ah, eu adoro essas cortinas…
– Dona Cacilda, a senhora ainda nem viu seu quarto… Espera um pouco…
– Isto não tem nada a ver, ela respondeu, felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não depende de como a mobília vai estar arrumada… Vai depender de como eu preparo minha expectativa. E eu já decidi que vou adorar. É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

Sabe, eu posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem…
Ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.
– Simples assim?
– Nem tanto; isto é para quem tem autocontrole e exigiu de mim um certo ‘treino’ pelos anos a fora, mas é bom saber que ainda posso dirigir meus pensamentos e escolher, em conseqüência, os sentimentos.
Calmamente ela continuou:
– Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou. Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidades na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de lembranças. Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.

Depois me pediu para anotar:

Como manter-se jovem:

1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura. Deixe que os médicos se preocupem com isso.

2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)

3. Aprenda sempre: aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
‘Uma mente preguiçosa é oficina do Alemão.’ E o nome do Alemão é Alzheimer!

4. Aprecie mais as pequenas coisas.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar. E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele!

6. Quando as lágrimas aparecerem aguente, sofra e ultrapasse. A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama: quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja. O seu lar é o seu refugio.

8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a.
Se é instável, melhore-a.
Se não consegue melhorá-la, procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa. Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa.

10. Diga às pessoas que ama que as ama a cada oportunidade.


SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias