(meu) SONETO


fotinha daqui, ó!
 


De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

 Que seja infinito. E dure.
____________________________ 

* Ai gente, sempre amei Vinícius de Moraes desde minha aulas de Literatura, no cursinho, com o prof. Grijó do Nacional. Aaaamava as aulas dele!

Anúncios

2 Responses to “(meu) SONETO”


  1. 1 Brenda Nepomuceno 20/04/2010 às 04:27

    Aaaaaah, eu prefiro a SUA versão!
    Que dure, amém! 🙂

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




SEJA BEM-VINDO!

JULIANA ESCREVE
Sobre tudo que alcança seu coração, o que não é pouca coisa! Deus, família e amigos são assuntos recorrentes. Milagres, bençãos e bom humor também fazem parte... Se quiser ficar no meu coração, à vontade, mas não traga porcarias para dentro dele, ok? :)

Categorias


%d blogueiros gostam disto: